Guia Gessulli
11-Mar-2019 10:10
Milho e Soja

Insumos em alta no início de março

Preços do milho seguem firmes e soja volta a subir no mercado doméstico

De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira (08/03), tanto a soja quanto o milho estão com preços elevados neste início de março.

Os valores da soja em grão voltaram a subir no mercado doméstico, impulsionados pelo forte ritmo de embarques nos portos brasileiros. Além da entrega de contrato a termo, agora, as negociações no mercado spot também começaram a ganhar força, especialmente devido à valorização do dólar frente ao Real, que torna o produto nacional mais atrativo aos importadores.

 Em fevereiro, o Brasil embarcou 6,09 milhões de toneladas, um recorde para o mês e mais que o dobro dos volumes enviados em janeiro/19 (2,15 milhões de toneladas) e em fevereiro/18 (2,86 milhões de toneladas), conforme dados da Secex. Isso se deve à crescente demanda da China, que adquiriu 82,4% (5,02 milhões de toneladas) do total de soja exportado pelo Brasil em fevereiro. Entretanto, o valor médio recebido pela saca da soja foi o menor desde março de 2018, a R$ 80,93.

No caso do milho, a menor produção da safra verão e a expectativa de disponibilidade restrita nas próximas semanas mantêm produtores elevando os valores de venda.  Esses agricultores também estão concentrados na finalização da colheita e em alguns casos no semeio da segunda safra de milho.

Compradores consultados pelo Cepea, por sua vez, adquirem novos lotes no spot quando há necessidade de repor estoques e, neste caso, precisam pagar preços superiores para conseguir fechar negócios. Diante disso, o movimento de alta nas cotações segue firme na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea, sobretudo nas consumidoras de São Paulo e do Paraná. De 1ª a 8 de março, especificamente, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa subiu 1,2%, fechando a R$ 42,13/sc na sexta-feira (08/03).

 

 

Caroline Mendes/Redação AI/SI
Deixe seu Recado