Banner AI - Cobb
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Agronegócio

Itu é a primeira cidade do Brasil a ter endereços digitais em 100% do território

Em Itu, dos 1.285 endereços digitais 63% estão ligados a atividades agropecuárias, 31% a lazer e turismo e 6% a indústria e comércio, o que demonstra que o projeto não beneficiará apenas o agronegócio, mas também outras atividades

Redação
12-Mai-2021 11:41 - Atualizado em 13/05/2021 11:48

O Governo do Estado de São Paulo entregou hoje, 11, o endereçamento digital de 1.285 propriedades e estabelecimentos rurais do município de Itu, no interior paulista. A ação faz parte do programa Rotas Rurais, desenvolvido pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, que visa mapear os endereços e estradas rurais espalhadas em municípios do interior paulista.

O objetivo é criar endereços digitais a, aproximadamente, 350 mil propriedades agrícolas, proporcionando mais agilidade e acesso a serviços públicos fundamentais como saúde e segurança e melhorando a logística de entrega de produtos do agronegócio local.

Em Itu, dos 1.285 endereços digitais 63% estão ligados a atividades agropecuárias, 31% a lazer e turismo e 6% a indústria e comércio, o que demonstra que o projeto não beneficiará apenas o agronegócio, mas também outras atividades.

Segundo o secretário de Agricultura e Abastecimento de SP, Gustavo Junqueira, "o projeto é fruto de um ano e meio de pesquisas lideradas pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura. Foram investidos grandes esforços científicos para que o projeto possa oferecer não apenas o endereço digital e roteamento das estradas da área rural, mas a construção de uma plataforma que poderá orientar tanto as pesquisas quanto a elaboração de políticas públicas para o Agro Paulista. A ideia é que o projeto traga uma série de ferramentas que juntas ofereçam mais cidadania no campo".

"Criamos um sistema que permite estabelecer uma única plataforma com todos os endereços digitais da zona rural do Estado de São Paulo que, tão logo esteja pronta, disponibilizará o acesso a essas informações aos órgãos do governo, disponibilizando também um acervo de imagens das porteiras das propriedades e entradas dos estabelecimentos, possibilitando melhor compreensão do território" afirma Priscilla Fagundes, diretora do Instituto de Economia Agrícola. Para isso, o projeto conta com a contribuição da Secretaria de Segurança Pública, que norteia o desenvolvimento da plataforma para que ela possa ser utilizada da melhor maneira pelo órgão.

O Programa possibilitará que os gestores possam reconhecer o cidadão da zona rural e, com isso, estabelecer políticas públicas assertivas para a realidade de cada território.

Iniciativa inédita na América Latina, o programa Rotas Rurais é fruto de uma colaboração técnica entre o Governo de São Paulo e o Google. O gerente de parcerias do Google para a América Latina, Wilson Rodrigues, explica que o Plus Codes converte latitude e longitude fornecidas por satélites, gerando códigos curtos e simples, bem semelhantes aos códigos postais. "A adoção dessa tecnologia em áreas rurais de cidades como Itu pode ajudar que um maior número de pessoas e organizações aproveitem todos os benefícios de ter um endereço em áreas que não estão mapeadas ou não tenham um serviço de código postal individualizado".

A implantação total do Rotas Rurais está prevista para dezembro de 2022. Após esse período, será possível chegar facilmente a esses locais utilizando aplicativos de geolocalização, como Google Maps, Waze e outros. Atualmente, mais de dois milhões de pessoas no Estado de São Paulo não possuem endereço.

Ainda esta semana o mapeamento na cidade de Pardinho estará concluído. Em junho, será entregue a região de Catanduva. Julho será a vez dos municípios no entorno de Presidente Venceslau e Presidente Prudente.

"Existia uma dificuldade para localizar essas propriedades rurais e é exatamente isso que o Projeto Rotas Rurais está proporcionando para nossa cidade. A tecnologia certamente beneficiará os produtores rurais bem como fomentará ainda mais o turismo em Itu", afirmou o prefeito de Itu, Guilherme Gazzola.

"O programa "Rotas Rurais" é fundamental, sobretudo para o interior de São Paulo, que detém muitas propriedades rurais. Esta grande iniciativa do Governo do Estado chega para beneficiar, não somente o Agronegócio, mas, também, o acesso aos serviços públicos, como Saúde, por exemplo. Com a implantação deste projeto, não haverá mais barreiras para que um proprietário rural possa ter um endereço, por mais remota que seja a sua propriedade", disse o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade