Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Fiscalização

Mapa apreende mais de 12 mil kg de produtos irregulares para alimentação animal

O registro da ocorrência foi no Ceará, onde também foi identificada uma fábrica sem registro no Mapa e usando do Selo do Serviço de Inspeção Federal falsificado

Redação, com informações do MAPA
22-Nov-2021 08:25

Auditores fiscais federais agropecuários e agentes de inspeção de produtos de origem animal do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizaram nesta semana uma operação nos municípios de Juazeiro do Norte e Crato, no estado do Ceará, para combater o comércio irregular de produtos para alimentação animal.

A ação resultou na apreensão de 12.952 quilos de suplementos irregulares. Também foi identificada uma fábrica sem registro no Mapa e usando do Selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) falsificado. O proprietário foi conduzido para a Polícia Federal para abertura de inquérito.

A operação, denominada Ronda Agro XII, do Programa de Vigilância em Defesa Agropecuária para Fronteiras Internacionais (Vigifronteira), é um desdobramento de uma ação realizada em maio de 2021 na região, e contou com o apoio e o suporte de segurança da Polícia Militar do Estado do Ceará.  

Foram fiscalizados cinco estabelecimentos e autuados três, sendo dois por não possuírem registro junto ao Mapa e um por ser reincidente ao descumprir a interdição realizada anteriormente. Os produtos apreendidos foram destinados ao aterro sanitário municipal. O proprietário também responderá a inquérito, por produção e uso ilegal de produtos apreendidos.

A ação foi realizada após denúncias na ouvidoria do Mapa. “A operação buscou coibir a fabricação e comercialização de produtos clandestinos. Além disso, também visou estimular a regularização em um polo de produção reconhecidamente importante na região do nordeste”, relatou o agente de inspeção de produtos de origem animal, Messias Vieira.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade