Agroceres Multimix
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Investimentos

Marfrig e JBS lucram mais que o dobro no terceiro trimestre

Minerva registrou o menor avanço da lucratividade no trimestre

Redação com informações de Eu Quero Investir
22-Nov-2021 09:00

Três das quatro empresas do setor de frigorifico listadas em bolsa apresentaram crescimento do lucro neste terceiro trimestre de 2021.

A Marfrig registrou a maior alta do lucro no 3TRI21, a companhia teve um aumento de 148,7% no lucro.

Já a JBS apresentou um crescimento em todas as unidades de negócio, o que resultou em uma elevação do lucro de 142%.

A Minerva registrou o menor avanço da lucratividade no trimestre, alta de 24% na comparação anual.

Enquanto a BRF foi a única entre os frigoríficos a reportar prejuízo no terceiro trimestre. A dona da Sadia reverteu lucro líquido de R$ 219 milhões e teve prejuízo de R$ 277 milhões, decorrente do resultado financeiro, dada a atualização do valor justo da opção de venda relacionada à combinação de negócios da “put option” Banvit.

Marfrig registra resultado histórico

A Marfrig (MRFG3) registrou um lucro líquido de R$ 1,67 bilhão no balanço do 3TRI21, aumento de 148,7% na comparação ano a ano.

O Ebitda da Marfrig (MRFG3) somou R$ 4,73 bilhões no balanço do 3TRI21, elevação de 115,6% na comparação ano a ano. Segundo a companhia, esse foi o maior resultado histórico da Marfrig.

De acordo com a empresa, a histórica performance no trimestre é explicada pelo recorde da Operação América do Norte, que compensou a menor lucratividade da Operação América do Sul, pressionada pelo maior custo de matéria prima.

A receita líquida atingiu R$ 23,63 bilhões no período, uma elevação de 40,4% na comparação anual.

A Marfrig destacou que esse crescimento se deve ao maior volume de vendas e melhores preços em todas as operações, “reforçando o excelente momento de proteína bovina, que teve seu preço valorizado em todas as regiões do globo”.

O BTG elevou o preço alvo das ações da Marfrig de R$ 21,00 para R$ 27,00, o que reflete a visão de que as margens mais normalizadas irão gradualmente aparecer em 2022.

Apesar disso, o BTG permanece neutro já que os múltiplos parecem menos atraentes em comparação com o histórico com base em spreads normalizados.

JBS tem crescimento em todas as unidades de negócio

A JBS (JBSS3) reportou um lucro líquido de R$ 7,586 bilhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), incremento de 142% na comparação ano a ano.

No 3TRI21, a receita líquida da JBS (JBSS3) foi de R$ 92,62 bilhões, alta de 32,2% na comparação ano a ano.

Conforme a companhia, foi registrado um crescimento em reais em todas as unidades de negócio: Seara (+38,2%), JBS Brasil (+35,3%), JBS USA Bovinos (+34,2%), JBS USA Suínos (+42,2%), e PPC (+21%).

No terceiro trimestre, o Ebitda ajustado foi de R$ 13,92 bilhões, aumento de 11,4% na comparação ano a ano. A margem Ebitda foi de 15%.

A companhia aprovou o pagamento de dividendos intercalares no montante total de R$ 2,37 bilhões, correspondentes a R$ 1,00 por ação ordinária.

Conforme o BTG Pactual (BPAC11), o valuation da JBS ainda está descontado. Isso porque, segundo o banco, os múltiplos da JBS continuam a parecer razoáveis em relação ao histórico e aos pares, especialmente para uma empresa mais enxuta, com percepção de risco sendo reduzida e mais focada.

“A distribuição acelerada de caixa aos acionistas é uma vantagem em um setor que por muito tempo não conseguiu equilibrar crescimento e estrutura de capital. Continuamos com rating de Compra em relação a outras ações de proteína”, afirmam os analistas. O preço-alvo é de R$ 45.

Minerva: diversificação geográfica eleva lucro em 24%

A Minerva (BEEF3) reportou lucro líquido de R$ 72,4 milhões no terceiro trimestre de 2021. O valor representa um crescimento de 24% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o relatório, a companhia atribui esse crescimento à diversificação geográfica, que permite arbitrar os mercados, reduzindo o risco e a volatilidade. Além disso, a diversificação proporciona o aumento da eficiência operacional e financeira, maximizando a rentabilidade.

No 3TRI21, o EBITDA consolidado da Minerva atingiu R$ 648,1 milhões, um aumento de 156,9% no comparativo anual. Enquanto a margem EBITDA foi de 8,8% no período.

A companhia encerrou o último trimestre com resultado financeiro negativo de R$ 464,0 milhões. Nesse sentido, o impacto da desvalorização do real frente ao dólar foi de R$ 119,3 milhões, e a rubrica “Outras Despesas” também apresentou resultado negativo, de R$ 61,8 milhões.

De acordo com o BTG, os resultados atestam a assertividade da mentalidade orientada para vendas e distribuição de produção diversificada da Minerva.

A alavancagem permanece em níveis confortáveis, os dividendos estão aparecendo e a pressão nas margens causada pela oferta limitada de gado no Brasil está sendo compensada pelas exportações em expansão para a Ásia (principalmente China) e para as Américas.

O valuation parece pouco exigente com um potencial positivo para as estimativas de curto prazo e deve continuar a ser um piso para o preço das ações.

Assim, o BTG permanece neutro para Minerva, com preço-teto de R$ 12.

BRF: prejuízo líquido de R$ 277 mi no 3TRI21

A BRF (BRFS3) registrou prejuízo líquido de R$ 277 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), revertendo lucro líquido de R$ 219 milhões em igual período de 2020.

De acordo com a empresa, o prejuízo apurado é principalmente decorrente do resultado financeiro, dada a atualização do valor justo da opção de venda relacionada à combinação de negócios da “put option” Banvit.

A BRF reportou Ebitda ajustado 3,9% maior no 3TRI21 no comparativo anual. O indicador saltou de R$ 1,317 bilhão para R$ 1,367 bilhão.

Enquanto isso, a margem Ebitda caiu de 13,2% para 11%.

A receita líquida da empresa teve alta de 24,6% no 3TRI21. Assim, o indicador passou de R$ 9,943 bilhões para R$ 12,390 bilhões.

Mesmo com o prejuízo, o BTG Pactual (BPAC 11) aponta que a BRF (BRF3) obteve um bom terceiro trimestre (3TRI21), com a margem bruta mais forte do que o esperado. Foi reportado pela empresa o EBITDA na linha de R$1,36 bilhão, com a margem de 11% e vendas na faixa do R$ 12,4 bilhões.

Assuntos do Momento

Brasil deverá atingir recorde na produção de aves em 2021
29 de Novembro de 2021
Crescimento

Brasil deverá atingir recorde na produção de aves em 2021

Aumento, de 4,5%, tem relação direta com a queda do poder aquisitivo da população, que passou a procurar proteínas mais baratas

Cuidados essenciais no controle de temperatura dos aviários em dias de calor
01 de Dezembro de 2021
Conteúdo Técnico

Cuidados essenciais no controle de temperatura dos aviários em dias de calor

Oferecer um controle térmico adequado às aves em dias de calor é um dos grandes desafios dos produtores, que precisam observar o comportamento das aves e manter o equilíbrio da temperatura e umidade do ar.

Preços do frango e do boi sobem mais de 40% no ano até setembro
01 de Dezembro de 2021
Mercado Interno

Preços do frango e do boi sobem mais de 40% no ano até setembro

Já o valor pago ao produtor de carne suína avançou 19,7%, segundo o relatório Mercados e Preços Agropecuários

No Paraná, aviários são destruídos durante temporal em Ampére
29 de Novembro de 2021
Vendaval

No Paraná, aviários são destruídos durante temporal em Ampére

No município de Ampére, os estragosmais graves ocorreram na zona rural

Contrabandistas transportam milhões de dólares de carne não regulamentada para a China todos os anos e o governo parece não conseguir impedi-los
30 de Novembro de 2021
Ilegal

Contrabandistas transportam milhões de dólares de carne não regulamentada para a China todos os anos e o governo parece não conseguir impedi-los

Milhares de quilos de carne são contrabandeados por meio de barcos de alta velocidade

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"
01 de Dezembro de 2021
Reconhecimento

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"

Avaliados pela Serasa Experian, resultados que levaram à escolha da cooperativa catarinense levaram em conta dados financeiros e ações de responsabilidade socioambiental

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade