09-Ago-2018 10:40
Europa

Meio milhão de frangos morre devido à onda de calor em Galiza na Espanha

Segundo o jornal La voz de Galicia se calcula que são 5% de todas as galinhas criadas na comunidade

De acordo com o jornal La voz de Galicia, os sindicatos agrarias (UU.AA.) advertiu na quarta-feira a morte de meio milhão de frangos em Galiza, na Espanha, durante a onda de calor dos últimos dias. Se calcula que as perdas podem supor cerca de 5% da cabana de galinhas que são criadas nas 800 fazendas galegas existentes.

Assim,  o sindicato  aponta que muitas fazendas estão removendo carcaças de aves por vários dias . Em alguns casos, mais de 4.000 foram superados, representando cerca de 20% da produção de uma granja avícola média, que é de cerca de 18.000 frangos, segundo seus números. Soma-se a isso a queda na rentabilidade da fazenda, à medida que o gasto de energia para resfriamento aumenta.

A Associação para a UU.AA. setor avícola, Acriaga, funciona numa situação de companhamento para mapear as perdas nas diferentes áreas de produção, especialmente em Ourense e Pontevedra, onde foram alcançadas as temperaturas mais extremas.

Em Galiza, a produção de carne de frango é regime de integração, ou seja, o avicultor é responsável pela criação, guarda e frangos de engorda, enquanto o integrador fornece alimentação animal.

Em 2017, o volume comercial do setor galego atingiu 196.000 toneladas, o que significa um volume de negócios de 400 milhões de euros. Na comunidade cerca de 13 milhões de frangos são criados, em uma atividade econômica que proporciona emprego a 5.000 pessoas.

Redação
Deixe seu Recado