AveSui2021
03-Dez-2019 10:45
Exportações

Mesmo com novembro fraco carne de frango mantém alta nos embarques diários

Em relação a média de embarque de outubro crescimento foi de 7,8% e na comparação com novembro de 2018 a média diária avançou 4,2%

Não é só o setor de suinocultura que tem sofrido os impactos da Peste Suína Africana. Com o Mercado Externo, especialmente a China, carente de proteína animal, a avicultura tem aumentado seus embarques ao longo do ano de 2019.

Em novembro, um mês que caminhou fraco nos embarques, o volume exportado foi de 309,2 mil toneladas, menor que o total de outubro que foi de 329,8 mil, mas bem maior que as 296,6 mil toneladas enviadas em novembro de 2018. Os dados são no Ministério da Economia

A média diária de embarque do mês ficou em 15,5 mil toneladas, como o mês possui menos dias úteis que outubro no geral houve aumento de 7,8% em relação ao mês anterior. Comparando com o mesmo período do ano passado a média diária registrou alta de 4,2%.

Em valores, as exportações de carne suína in natura somou US$ 492,8 milhões. A média do preço por tonelada ficou em US$ 1585,9, valor 0,5% maior que o registrado em outubro e 1,7 maior que novembro de 2018.

Resultados gerais da balança em novembro

No mês, a exportação alcançou cifra de US$ 17,596 bilhões. Em relação a novembro de 2018, as exportações registraram retração de 16,0%, e em relação a outubro de 2019, crescimento de 3,4%, pela média diária.

As importações totalizaram US$ 14,169 bilhões. Sobre igual período do ano anterior, as importações apresentaram diminuição de 16,0%, e sobre outubro de 2019, decréscimo de 4,3%, pela média diária.

No período, a corrente de comércio alcançou valor de US$ 31,765 bilhões. Sobre igual período do ano anterior registrou-se queda de 16,0%, pela média diária.

O saldo comercial do mês apresentou superávit de US$ 3,428 bilhões, valor 15,9% inferior, pela média diária, ao alcançado em igual período de 2018, US$ 4,077 bilhões.

Caroline Mendes/Redação AI
Deixe seu Recado