Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Insumos

Milho e Soja tem cotações pressionados na primeira quinzena do mês

No caso do milho as médias da parcial de fevereiro ainda estão bem acima das verificadas no mesmo mês de 2020.

Redação
18-Fev-2021 09:11

De acordo com os dados divulgados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o  ritmo de negócios envolvendo milho está lento no mercado brasileiro, segundo indicam pesquisas do Cepea. Produ

tores estão atentos aos trabalhos de campo e ao desenvolvimento da safra de verão 2020/21. Diante disso, muitos vendedores estão afastados do spot – apenas alguns agentes tentam negociar os lotes finais de 2019/20.

Compradores, por sua vez, estão resistentes em negociar nos atuais patamares de preços. Na semana passada, as desvalorizações externa e do câmbio pressionaram as cotações nos portos e, consequentemente, em muitas praças acompanhadas pelo Cepea. Apesar disso, as médias da parcial de fevereiro ainda estão bem acima das verificadas no mesmo mês de 2020.

No caso da soja, diminuição das chuvas nas principais regiões produtoras permitiu o avanço da colheita da safra 2020/21. De acordo com pesquisadores do Cepea, esse cenário atrelado às desvalorizações externas e do dólar vêm pressionando as cotações domésticas do complexo soja.

Já para o médio e longo prazos, a paridade de exportação no Brasil e os valores futuros internacionais apontam preços firmes para a oleaginosa, o que se deve à rápida diminuição nos estoques norte-americanos da soja.

 A produção brasileira segue estimada em volume recorde – de 133 milhões de toneladas pelo USDA, e de 133,81 milhões de toneladas pela Conab –, mas a qualidade a ser colhida ainda é incerta. Os produtores consultados pelo Cepea relatam que parte da soja recém-colhida apresenta qualidade avariada, como resultado do clima desfavorável durante o desenvolvimento do grão.

Assuntos do Momento

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021
23 de Fevereiro de 2021
Live

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021

Neivor Canton irá explicar o projeto de crescimento da avicultura da cooperativa em 20%, destacando ainda a expectativa de ampliar os embarques de frango e carne suína para a China em live às 10 horas no canal TV Gessulli

Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE
24 de Fevereiro de 2021
Europa

Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE

Cerca de 5 milhões de aves já foram abatidas na Polônia, o maior produtor de aves da União Europeia, mostraram os dados da inspetoria veterinária local.

AveSui2021_dentro
VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%
24 de Fevereiro de 2021
Crescimento

VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%

A estimativa do Ministério da Agricultura indica que o Valor Bruto da Produção na pecuária crescerá 5,1% neste ano, puxado por setores como frango, carne bovina e leite

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO
25 de Fevereiro de 2021
Mercado

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO

Fundada há mais de quarenta anos, a empresa tem uma capacidade diária de abate de aproximadamente 520 mil aves e vende para mais de 23 mil clientes por mês no Brasil e em 38 países

 

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho
25 de Fevereiro de 2021
Dicas Técnicas

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho

Por Scott Jordan, especialista em Incubação e Serviços Técnicos da Cobb-Vantress

Copacol  atinge a marca de 2 bilhões de aves abatidas na Unidade Industrial de Cafelândia
25 de Fevereiro de 2021
Cooperativa

Copacol atinge a marca de 2 bilhões de aves abatidas na Unidade Industrial de Cafelândia

O volume acumulado em praticamente 39 anos do início das operações da estrutura industrial demonstra o crescimento contínuo da avicultura na Cooperativa

Mais assuntos do momento