Eurotec
18-Out-2018 16:06
Pesquisa

Nova pesquisa explora 'benefício triplo' de fitase para produtores de tilápia

Os ensaios mostram que a adição de 2.000 FTU / kg de fitase à dieta de tilápia resultou em melhoria na digestibilidade e retenção de nutrientes

Dois novos estudos serão apresentados pela AB Vista no Congresso Latino-Americano e Caribenho de Aquicultura (LACQUA), e demonstram que a fitase oferece aos produtores de tilápia um triplo benefício, afetando o desempenho, a lucratividade e a sustentabilidade.

Os ensaios, conduzidos em parceria com a Universidade Federal do Paraná no, apresentaram que a adição de 2.000 FTU / kg de fitase à dieta de tilápia resultou em melhoria na digestibilidade e retenção de nutrientes, bem como no status mineral e nas taxas de conversão alimentar.

Os estudos também indicaram que tais benefícios de desempenho impactaram positivamente nos custos de alimentação e bem-estar ambiental - o que, como explica o Dr. Alexandre Barbosa de Brito, Gerente Técnico LAM da AB Vista, é de grande interesse para os produtores:

“As estratégias para reduzir os custos da ração - que podem representar 60% do total das despesas de produção - e minimizar os danos ecológicos estão se tornando cada vez mais importantes na indústria do pescado. O efeito da fitase representa benefícios para ambos: o melhor estado mineral poupa 0,25% do fósforo disponível, reduzindo os custos de produção, enquanto o aumento da retenção de nutrientes resulta em níveis mais baixos de poluição da água. ”

Delineando o modo de ação relacionado da enzima, Dr. Alexandre explica:

“Quantum Blue decompõe o fitato encontrado em ingredientes à base de plantas, liberando fósforo que de outra forma não estaria disponível. Além disso, os íons de cálcio são liberados, que geralmente estão ligados à molécula de fitato e, portanto, não estão disponíveis para absorção“.

“Além disso, foi demonstrado com as recentes pesquisas que o fitato afeta as secreções internas dos animais, além da redução de digestibilidade dos vários nutrientes no intestino dos animais, que pode ter efeito atenuado com o uso de fitase”, conclui.

As pesquisas serão apresentadas no dia 25 de outubro, no LACQUA – Congresso Latino Americano e Caribenho de Aquacultura, que será realizado na Colômbia, de 23 a 26 de outubro.

Redação
Deixe seu Recado