Mayekawa
30-Out-2018 08:30
EuroTier

O papel dos sensores na produção agropecuária

Os sensores fornecem informações objetivas para que os produtores que cuidam de todas as espécies de animais possam usar.

A EuroTier 2018 será apresentada sob o tema "Animal Digital Farming", e o evento deste ano apresentará um know-how internacional sobre o uso de sensores que ajudam a eliminar o trabalho de adivinhação na gestão dos animais.

Naturalmente, o clima dentro dos ambientes de criação é influenciado por mais que a velocidade de vento e temperaturas; outros parâmetros-chave são umidade, luz e poluentes. Mas como um produtor sabe se tudo está em equilíbrio? Um “pressentimento” de que tudo está bem não é bom o suficiente para os produtores profissionais de hoje.

A solução é instalar sensores que possam fornecer dados para apoiar as decisões de gerenciamento relacionadas a configurações climáticas em prédios de criação de animais. Como a palavra "sensor" é derivada do latim "sentire", que se traduz como "sentir", a tecnologia está literal e linguisticamente ligada à medição de "sentimentos".

Os sensores fornecem informações objetivas para que os produtores que cuidam de todas as espécies de animais podem usar. A umidade, por exemplo: se for muito baixa, pode prejudicar o sistema respiratório de um animal; mas se for muito alta, isso também pode ser ruim, já que o ar úmido vai se condensar na água do ambiente, o que pode promover o mofo e a corrosão.

O tema na EuroTier 2018, que acontece no Centro de Exposições de Hannover, Alemanha, de 13 a 16 de novembro de 2018, é " Animal Digital Farming - Apoio à Gestão, Saúde Animal e  Segurança Alimentar". O evento destacará tecnologias para combinar com sucesso a produtividade, bem-estar animal, bem como gestão da informação e uso sustentável dos recursos naturais. A Sociedade Agrícola Alemã (DLG, organizadora do evento,, juntamente com parceiros da indústria, ciência e consultoria, explicará a importância da digitalização para a pecuária moderna, com exemplos explicados em características especiais e eventos do fórum.

Por exemplo, os visitantes da feira deste ano poderão descobrir como os sensores e unidades de controle podem ser interligados para manter múltiplos parâmetros de interação dentro de suas faixas ideais para produzir o melhor clima e iluminação para qualquer espécie de criação. Bovinos, suínos, ovinos e aves criam demandas diferentes em seu ambiente, e sensores e sistemas de controle climático podem monitorar e gerenciar esses requisitos. Eles também podem alertar o agricultor se algo der errado, o que é muito importante quando os poluentes estão envolvidos, para que ações possam ser tomadas rapidamente para corrigir a situação.

Enquanto sensores para clima interno e controle de iluminação auxiliam no gerenciamento de todos os animais em um ambiente, também estão disponíveis sensores especiais que permitem o monitoramento de animais individuais. Os sensores já permitem a identificação do animal e sua atividade, incluindo o perfil de movimento e o comportamento de alimentação, enquanto dados fisiológicos, como o pH ou a temperatura do corpo, também podem ser facilmente detectados. E novos sensores capazes de monitorar novos parâmetros estão sendo introduzidos o tempo todo.

A situação ideal, segundo alguns especialistas, seria o monitoramento de todos os animais durante sua vida. Leite, carne, ovos e outros produtos agrícolas já são testados ao longo da cadeia de valor, e informações anteriores coletadas em nível de animal individual - por exemplo, monitoramento da qualidade do leite já realizado em algumas fazendas leiteiras - completariam o conjunto de dados.

Esses novos desenvolvimentos estão rapidamente ganhando força, e o presidente da Universidade de Osnabrück, o professor Dr. Wolfgang Lücke, diz que a inteligência artificial usada para analisar os dados coletados pelos sensores está criando opções inteiramente novas na agricultura. A perícia do agricultor individual influenciará se e como as novas tecnologias são usadas.

Os sensores, quer para as granjas, quer para os animais individuais, podem ser adaptados em sistemas existentes ou instalados como parte da construção de novos alojamentos para gado. Em ambos os casos, uma coisa já está clara - os agricultores que querem saber mais sobre o futuro da Agricultura Animal Digital devem participar da EuroTier 2018.

 

Redação
Deixe seu Recado