Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie

Ovos especiais têm valores iguais de colesterol

Agência USP
16-Out-2002 15:54 - Atualizado em 20/04/2016 14:35

Redação AI 16/10/2002 - Após analisar dez marcas de ovos "especiais" - que enunciam vantagens para a saúde em relação às demais - o professor Cássio Xavier de Mendonça Júnior, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP, concluiu que as propagandas de redução de colesterol apresentam valores iguais ou superiores ao colesterol de ovos "normais".

"Ao analisar o conteúdo dos ovos, vimos que os resultados laboratoriais nem sempre estão de acordo com o que está estampado nos rótulos", diz Mendonça, que é veterinário especializado em nutrição e doenças nutricionais de aves.

Há dez anos, o pesquisador estuda a redução de colesterol em ovos de galinha e garante que não há meios de reduzir o teor em mais de 20% em relação ao ovo "normal". A maioria dos ovos, apesar de ter impressa em seus rótulos a redução de 20% a 40% do colesterol, não apresenta distância significativa do total de 213 miligramas por ovo, taxa média considerada como normal.

Segundo o veterinário, algumas das marcas analisadas não apenas deixam de atingir a porcentagem anunciada como têm o índice de colesterol até mais elevado do que o detectado em ovos "normais". "Os granjeiros, via de regra, comparam seus resultados com dados obtidos de pesquisas que utilizam metodologia inadequada de análise do colesterol. Assim, a diferença de colesterol entre o ovo ''normal'' e o que eles irão colocar no mercado é muito maior." Devido ao método empregado, o teor de colesterol nos ovos pode ser superestimado pois outros esteróis - substâncias de mesma estrutura química que o colesterol - presentes na gema podem ser incluídos na análise, contribuindo para o seu elevado índice.

Detalhe científico

Assim como alguns rótulos anunciam porcentagens de redução, outras marcas prometem "acréscimos". O ômega-3 - ácido graxo de cadeia longa que traz inúmeros benefícios para a saúde, principalmente para o coração - é um desses aditivos. Seu nome indica que a primeira dupla ligação ocorre no terceiro carbono da cadeia. Os mais importantes são: DHA, EPA e DPA, dos quais o primeiro traz mais atributos à saúde, seguidos pelos dois outros, na ordem.

O ômega-3 está presente em alguns tipos de peixes e algas. O ácido linolênico, também considerado um ômega-3, não tem os efeitos benéficos à saúde do DHA e está presente essencialmente em sementes oleaginosas, como a canola e a linhaça, facilmente acrescidas à ração da galinha. Quando ingerido pela galinha, o ácido linolênico transforma-se em quantidades reduzidas de DHA.

Utilizando-se desse detalhe científico, as embalagens divulgam conter grandes quantidades de ômega-3 benéfico à saúde, quando na verdade possuem riqueza em linolênico. "Grande quantidade de linolênico na dieta faz com que a taxa de ômega-3 benéfico à saúde aumente um pouco no ovo, mas não nas quantidades anunciadas", afirma o veterinário.

Mendonça coordena pesquisas na FMVZ que procuram novas fontes de ômega-3 benéficas à saúde. O objetivo é buscar elementos que possam ser introduzidos na ração com o menor custo possível para o granjeiro e com maior benefício ao consumidor.

Há veracidade quanto a outros acréscimos anunciados, como por exemplo as vitaminas "A" e "E". Segundo Mendonça, elas são facilmente introduzidas na dieta da galinha e transmitidas para o ovo. Por isso, na análise dessas variáveis, houve um grande salto em quantidade, compatível ao anunciado.

A pesquisa realizará um segundo teste com as marcas, para reafirmar os primeiros dados ou verificar mudanças. Os números do estudo serão apresentados em novembro pelos alunos de Mendonça, no Simpósio de Iniciação Científica da USP (SICUSP), que se realizará em Piracicaba. O estudo também deve ser apresentado ao Ministério da Agricultura, assim que concluída a segunda parte.

Assuntos do Momento

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021
23 de Fevereiro de 2021
Live

Presidente da Aurora fala sobre expansão da produção avícola, exportações e perspectivas para 2021

Neivor Canton irá explicar o projeto de crescimento da avicultura da cooperativa em 20%, destacando ainda a expectativa de ampliar os embarques de frango e carne suína para a China em live às 10 horas no canal TV Gessulli

Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE
24 de Fevereiro de 2021
Europa

Fornecimento de ovos diminui na Polônia com crise da influenza aviária na UE

Cerca de 5 milhões de aves já foram abatidas na Polônia, o maior produtor de aves da União Europeia, mostraram os dados da inspetoria veterinária local.

AveSui2021_dentro
VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%
24 de Fevereiro de 2021
Crescimento

VBP do agro atinge R$ 1 tri em 2021; avicultura crescerá 22,5%

A estimativa do Ministério da Agricultura indica que o Valor Bruto da Produção na pecuária crescerá 5,1% neste ano, puxado por setores como frango, carne bovina e leite

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO
25 de Fevereiro de 2021
Mercado

Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO

Fundada há mais de quarenta anos, a empresa tem uma capacidade diária de abate de aproximadamente 520 mil aves e vende para mais de 23 mil clientes por mês no Brasil e em 38 países

 

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho
25 de Fevereiro de 2021
Dicas Técnicas

Cobb destaca importância dos ângulos de viragem para melhor eclodibilidade e qualidade do pintinho

Por Scott Jordan, especialista em Incubação e Serviços Técnicos da Cobb-Vantress

Copacol  atinge a marca de 2 bilhões de aves abatidas na Unidade Industrial de Cafelândia
25 de Fevereiro de 2021
Cooperativa

Copacol atinge a marca de 2 bilhões de aves abatidas na Unidade Industrial de Cafelândia

O volume acumulado em praticamente 39 anos do início das operações da estrutura industrial demonstra o crescimento contínuo da avicultura na Cooperativa

Mais assuntos do momento