Basf AI
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Estudos da Embrapa

Panorama da avicultura e do mercado de carnes

A previsão de exportação mundial de carnes para 2022 em relação a 2021 mostra estabilidade no volume da carne bovina e crescimento acima de 2% para as carnes de frangos e de suínos

Redação AI
16-Dez-2021 14:15 - Atualizado em 16/12/2021 15:17

A análise da evolução da avicultura brasileira inicia com um exame da produção mundial de carnes. Desde o surto da Peste Suína Africana (PSA) ocorrido na China, no segundo semestre de 2018, as cadeias de produção, consumo e comércio internacional de proteína animal foram afetadas e ainda não voltaram a uma situação de equilíbrio.

O recente crescimento da demanda chinesa impactou o mercado internacional beneficiando e estimulando o crescimento das cadeias produtivas de carnes do Brasil, em especial a de suínos, permitindo que o país aproveite seu potencial produtivo e suas vantagens competitivas.

De acordo com dados publicados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), verifica-se uma significativa redução na produção mundial de carnes.

A produção carne suína, por exemplo, caiu de de 112 milhões de toneladas em 2018 para 96 milhões de toneladas em 2020. Apesar de apresentar certa recuperação (106 milhões de toneladas em 2021), a oferta mundial está abaixo dos níveis atingidos nos anos anteriores.

A redução na disponibilidade mundial da carne suína estimulou a expansão da produção das carnes de frango e bovina. A cadeia produtiva do frango, por ter um ciclo de produção mais curto, apresentou maior crescimento da sua oferta.

A carne bovina, por sua vez, por ter um ciclo de produção mais longo, teve uma resposta mais modesta. As projeções indicam que, mantendo-se as taxas de crescimento da produção, em poucos anos a produção mundial de carne de frango irá superar a produção da carne suína.

Confira a matéria completa no Anuário 2022 da Revista Avicultura Industrial

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade