AveSui 2020
24-Set-2019 12:06 - Atualizado em 25/09/2019 12:16
Exportação

Paraná de olho no consumo ilimitado de frango pela China

Habilitação dos novos quatro frigoríficos é resultado de namoro demorado entre empresas brasileiras e os chineses

A China anunciou a habilitação de seis frigoríficos de carne de frango brasileiros no início de setembro. Das novas plantas, quatro estão localizadas no Paraná. A medida favorece mais o setor, que vê no gigante asiático uma possibilidade quase ilimitada para exportar a principal proteína brasileira. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, o Paraná foi responsável por aproximadamente metade do volume exportado de carne de frango, pelo Brasil, para o país asiático no mês de agosto (48%). Foram cerca de 18,1 mil toneladas da proteína enviadas pelos nove frigoríficos já habilitados até então.

Para Domingos Martins, presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar), a habilitação dos novos quatro frigoríficos é resultado de um namoro demorado entre as empresas produtoras brasileiras e os importadores chineses. “É um processo que demora um pouco. Temos ainda alguns frigoríficos que eles (chineses) já fizeram a visita técnica, a documentação, a questão do banco garantidor, então acredito que no próximo mês essas plantas já podem mandar”, afirma.

Pelo menos 80% dos frigoríficos paranaenses querem exportar para a China e devem estar em processo de habilitação, estima Martins. “A China tem uma capacidade de consumo de frangos ilimitada. É um mercado gigante”, diz. É de olho nessa fatia que cresce ainda mais por conta da Peste Suína Africana que todos estão fazendo planos. Isso porque a doença que aflige os suínos deve levar a população chinesa a comer mais proteína de frango.

 

Veja ainda A carne de frango que continua chegando à Europa

 

As novas habilitações são resultado de um trabalho conjunto da avicultura do estado, conforme o Sindiavipar, que tem como foco a abertura contínua de mercados para seu produto. No país asiático, são quase 1,5 bilhão de habitantes que demandam alimentos, por isso é um destino importante para o segmento. No total, o Paraná exportou 117,3 mil toneladas de carne de frango no mês de agosto e 1,04 milhão de toneladas no acumulado, segundo o levantamento. Sendo assim, os embarques para a China representaram 15,4% das exportações de agosto e 16,8% das exportações no acumulado do ano.

Anderson Oliveira / Redação AI
Deixe seu Recado