AveSui2021
13-Dez-2019 12:27 - Atualizado em 13/12/2019 12:40
Sanidade

Pesquisadores do USDA podem ter encontrado vacina contra a PSA

Animais inoculados por via intramuscular com vírus sem gene I177L permaneceram clinicamente normais durante período de observação de 28 dias

Um grupo de pesquisadores do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) podem ter encontrado a vacina para a cura da Peste Suína Africana (PSA) que tem dizimado as produções suinícolas da Ásia e da Europa. Em artigo, que ainda deve ser revisado, eles descobriram que a exclusão de um gene anteriormente não caracterizado, I177L, do altamente virulento ASFV-G, produz atenuação completa do vírus em suínos.

Animais inoculados por via intramuscular com o vírus sem o gene I177L permaneceram clinicamente normais durante o período de observação de 28 dias. Todos os animais infectados apresentaram baixos índices de viremia, obtendo uma forte resposta de anticorpos específicos para o vírus.

Além disso, segundo os pesquisadores, os suínos foram protegidos quando desafiados com a cepa parental virulenta ASFV-G (African Swine Fever da Georgia, em inglês). O ASFV-G-ΔI177L é uma das poucas cepas experimentais de vírus candidatas a vacinas relatadas como capazes de induzir proteção contra o isolado ASFV Georgia, e a primeira vacina capaz de induzir imunidade estéril contra a atual cepa de ASFV responsável por surtos recentes.

Atualmente, não existe vacina comercialmente disponível contra a PSA. Os surtos desta doença estão devastando a indústria suína da Europa Central até o leste da Ásia e estão sendo causados por cepas circulantes do vírus da peste suína africana derivadas do surto que ocorreu na Geórgia em 2007.

Redação AI/SI
Deixe seu Recado