Banner AI - Cobb
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Internacional

Produção de carne de frango no México apresentou aumento de 2,9% em 2020

No México, em 2020, a produção de carne de frango desacelerou seu crescimento. No entanto, no contexto da pandemia de Covid-19, a produção e o consumo de frango também exibiram números positivos em relação ao ano anterior 

Agrositio
26-Fev-2021 09:36 - Atualizado em 26/02/2021 12:07

Em 2020, neste ambiente difícil devido ao covid-19, a produção de frango atingiu 3,6 milhões de toneladas, valor 2,9% superior ao obtido no ano anterior. Além disso, a carne de frango foi a única dentro do setor de carnes mexicano a apresentar um aumento de demanda de 1,6% no período analisado.

O Conselho Mexicano da Carne, COMECARNE, realizou uma análise da indústria de carnes deste país, onde avaliou seu comportamento em dois balanços distintos, por um lado focado no consumo e produção, e por outro lado no comércio exterior, considerando as importações e exportações.

Para o primeiro tópico, relata-se que o consumo de carnes sofreu um pouco com a perda de poder aquisitivo das famílias, já que teve queda de -0,02% em relação ao ano anterior. Onde, das 8,8 milhões de toneladas que o México demandou, a planta de produção nacional conseguiu abastecer 83%, cifra 2 pontos percentuais superior à de 2019, sendo a maior participação registrada nos últimos 10 anos.

Produção

Em relação à produção, indica-se que tanto a produção de carne de frango quanto suína apresentou desaceleração no crescimento, devido ao fato de apresentarem taxas menores em relação aos anos anteriores. No entanto, explica-se que os três subsetores encerraram o ano com crescimento.

Crescimento da carne por subsetor

A produção de carne de frango foi de 3,6 milhões de toneladas, número que mostra aumento de 2,9% em relação ao ano anterior.
A produção de carne suína foi de 1,6 milhão de toneladas, atingindo uma taxa de crescimento de 3,1% em relação ao ano anterior.
A produção de carne bovina foi de 2 milhões de toneladas, montante 2,6% superior ao obtido em 2019.

Consumo de Carne

As informações mostram que houve uma diferença significativa no consumo de carnes, onde apenas a demanda por carne de frango apresentou aumento de 1,6%. Já a carne suína teve queda de -2,7% e a bovina -0,2%.

Comércio exterior

No que se refere ao comércio exterior em 2020, o COMECARNE informa que houve uma redução de -46% nas importações de carnes e, entretanto, houve um aumento de 0,5% nas exportações deste item em relação ao ano anterior.

Exportações e importações

No México, as exportações de carne de frango são praticamente inexistentes. Enquanto isso, as importações de frango foram reduzidas em -4% durante 2020 em comparação com o ano anterior.

As exportações de carne suína atingiram um volume de 269 mil, valor 47% superior ao de 2019, onde os principais destinos foram Japão e China. Já a importação desse produto cárneo ultrapassou um milhão de toneladas, número -3% inferior ao do ano anterior.

Os embarques de carne bovina atingiram o volume de 299 mil toneladas no valor de US $ 1.671 milhões, sendo os EUA o principal comprador, enquanto as importações atingiram 166 mil toneladas.

Para finalizar, o COMECARNE lembra que terminou um ano turbulento, em que a indústria da carne tem conseguido sobreviver com o apoio do comércio exterior, por ter conseguido compensar a queda do consumo interno e, além disso, oferece uma área de oportunidade para a produção de carne mexicana, depois de encontrar um escoamento nos mercados internacionais.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade