Guia Gessulli
14-Mai-2020 08:54 - Atualizado em 14/05/2020 09:09
Em 2019

Produção de carne de peru no Brasil é menos da metade do que era em 2012

Produção brasileira, que já chegou a 442 mil toneladas em 2012, caiu no ano passado para 172,32 mil toneladas.

Em 2012 a produção brasileira de carne de peru atingiu o auge. Foram 442 mil toneladas da proteína e grande parte destinada ao exterior. O cenário foi razoável nos seguintes, até 2017, quando a produção chegou a 390,48 mil toneladas. No ano seguinte, como reflexo da Operação Carne Fraca, o produto brasileiro perdeu seu principal consumidor: o europeu. Em 2018, a produção chegou a 181,25 mil toneladas. No ano passado, caiu ainda para 172,32 mil toneladas. Os números integram o relatório anual 2020, da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), divulgado nesta terça-feira (12).

Os impactos da Operação Carne Fraca, que culminou no embargo da União Europeia a frigoríficos do país, afetaram de maneira mais forte as exportações de perus. Isso porque o bloco é um dos principais importadores da carne nacional. Uma das mais atingidas, a BRF encerrou o abate dessas aves em Mineiros (GO) e suspendeu por tempo indeterminado a produção em Francisco Beltrão (PR).

A JBS, que junto com a BRF concentra a produção de perus no Brasil, chegou a mudar os planos de investimentos para esse mercado em 2018. A companhia, que é dona da marca Seara, havia anunciado a construção de um frigorífico de perus em Itaporã (MS). O investimento foi interrompido.

De acordo com o relatório da ABPA, em torno de 78% da produção de carne de peru no país se destinou ao mercado doméstico no ano passado. As exportações somaram apenas 22%, o que representou 37 mil toneladas.

No melhor ano para o setor, em 2012, as exportações chegaram a 179 mil toneladas do total de 442 mil toneladas. O volume representava mais de 40% das 442 mil toneladas produzidas naquele período.

Ainda conforme o relatório da ABPA, mais de 91% da carne de peru exportada em 2019 foram cortes. Outros 8,26% são produtos industrializados, enquanto apenas 0,5% foram a aves inteiras. Os principais consumidores, atualmente, são os países africanos: África do Sul, Angola e Benin. Em seguida, vem os países da América, como Chile e Peru.

As exportações de carne de peru no Brasil se concentram nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Apenas o primeiro produziu 58,38% do total. As indústrias catarinenses, por sua vez, exportaram 41,45%, enquanto o Paraná apenas 0,12%.

 

 

Redação AI
Deixe seu Recado