Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Alimentação Animal

Produção de rações irá crescer 4,5%, mas segue pressionada por custos elevados

A elevação nos preços de milho e soja, assim como de vitaminas e outros aditivos nutricionais importados, impulsionada em partes pela desvalorização do Real frente ao Dólar, impactou o custo com alimentação animal neste ano

Redação AI/SI
17-Dez-2021 08:59 - Atualizado em 17/12/2021 09:31

O primeiro semestre do setor de alimentação animal apresentou um ritmo mais forte de crescimento, com uma diminuição ao longo de toda a segunda metade do ano.

Com isso, os volumes produzidos de rações em 2021 devem ficar em um patamar próximo dos 4,5% em relação ao ano passado, segundo as estimativas do Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações).

“As cadeias produtivas de proteína animal enfrentaram custos altos ao longo do ano, e a redução de renda, juros altos e inflação gerou dificuldades para o consumidor; e, do lado da indústria, houve um momento em que ela teve de repassar para o preço do produto os custos que vinham se elevando; não havia como segurar mais”, comenta Ariovaldo Zani, CEO do Sindirações, e também presidente do Colégio Brasileiro de Nutrição Animal (CBNA).

O cenário, porém, foi favorecido pelas exportações de proteína brasileira, que seguiram em ritmo forte neste ano. O Dólar supervalorizado em relação ao Real, tornou os produtos do país ainda mais competitivos no comércio internacional. Por outro lado, encareceu a importação de insumos importantes.

A indústria de alimentação animal, por exemplo, viu itens como vitaminas e aminoácidos dispararem de preço, já que boa parte vem do mercado externo. Além disso, a atual escassez de contêineres elevou o frete destas importações, ampliando o tempo de espera.

Um container da China com vitamina para uso na fabricação de ração, que antes saía a um preço médio de US$ 2.000, passou a custar algo perto de US$ 12.000.

“O valor aumentou seis vezes e, isso, entrando em uma fila para conseguir o container para o transporte deste aditivo da China para o Brasil”, comenta Zani. Essa situação refletiu diretamente nos custos da indústria de alimentação animal, que também tem enfrentado a alta dos grãos.

Confirma a matéria completa no Anuário 2022 da revista Suinocultura Industrial

Assuntos do Momento

Disponible en español Disponible en español
BRF e fundo soberano saudita investirão US$ 350 milhões na cadeia de produção de frangos da Arábia Saudita
14 de Janeiro de 2022
Investimentos

BRF e fundo soberano saudita investirão US$ 350 milhões na cadeia de produção de frangos da Arábia Saudita

Negócio atuará em toda a cadeia de produção de frangos na Arábia Saudita e promoverá venda de produtos

Menor demanda pressiona cotações da carne de frango
14 de Janeiro de 2022
Mercado interno

Menor demanda pressiona cotações da carne de frango

No front externo, a desvalorização do Real frente ao dólar e o forte incremento no volume exportado garantiram receita recorde com os embarques de carne de frango em dezembro. 

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui
17 de Janeiro de 2022
AveSui América Latina

Com investimentos em alta no Oeste Paranaense, empresas expõem tecnologias em construção de galpões na AveSui

A região é considerada o maior agro cluster da América Latina e vem recebendo fortes investimentos de cooperativas, agroindústrias e empresas ligadas à cadeia produtiva de proteína animal

Disponible en español Disponible en español
Carne cultivada in vitro é servida em restaurante de Singapura
13 de Janeiro de 2022
Proteína cultivada

Carne cultivada in vitro é servida em restaurante de Singapura

A estimativa é que, em 2040, cerca de um terço da carne consumida no mundo seja produzida do cultivo celular

18 de Janeiro de 2022
Uruguai

Quase quinhentas mil aves foram mortas pelo calor no Uruguai

Onda de calor provocou mortandade em aviários com perdas que equivalem de 10% a 20% da produção nacional do Uruguai na avicultura

Preço dos ovos aumenta na segunda semana do mês
17 de Janeiro de 2022
Ovos

Preço dos ovos aumenta na segunda semana do mês

 Segundo pesquisadores do Cepea, a recente sustentação aos valores veio da oferta mais controlada, sobretudo de ovos maiores.

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade