Guia Gessulli
28-Jan-2020 09:11 - Atualizado em 28/01/2020 12:15
Levantamento

Produção global de rações caiu 1% em 2019

Peste suína africana foi um dos fatores na queda de produção, principalmente na Ásia

De acordo com a pesquisa global de rações 2020, divulgado pela Alltech na segunda-feira (27/01), a produção global de ração caiu 1%. Queda foi puxada pelas regiões da Asia-pacífico que registrou queda de 5,5% em relação a 2018 e o Oriente Médio com queda de 5,8%.

A produção de ração para suínos foi a que sofreu maior queda chegando a 26%. A região Ásia-Pacífico teve impactos mais sigficativos principalmente pela Peste Suína Africana que dizimou os planteis de suínos no ano de 2019.

Por outro lado, essa crise na região favoreceu outras regiões que incrementaram as exportações de proteína animal, como o Brasil, que aumentou em 34% os embarques. Outro ponto é o aumento da demanda por outras proteínas como aves e bovina. O que incrementou o crescimento da produção de ração para aves

PRODUÇÃO POR ESPÉCIE

A ração para frango de cortes foi a mais produzida em 2019 chegando a 307,3 milhões de toneladas, o Brasil produziu 32,100 milhões desse total.

Mesmo com a queda significativa de 26% na produção de ração de suínos, foram produzidas em 2019 260,9 milhões de toneladas, sendo a segunda maior produção. Em terceiro lugar vem as rações para poedeiras com 157,7 milhões, na sequencia bovinos de leite (129,9), bovinos de corte (115,4), aquicultura (41) e as rações para pets.

MAIORES PRODUTORES

Os maiores produtores de ração em 2019 foram os EUA com 214,4 milhões de toneladas, China com 167,9 milhões e o Brasil com 70,4 milhões.

No caso dos EUA a maior parte da ração produzida e destinada a bovinos de corte, 61,093 milhões de toneladas, representando quase 40% de toda ração produzida. Na sequencia ração para frangos de corte (48,525), suínos (44,863) e gado leiteiro (24,100).

Já a China obteve uma retração na produção de rações para suínos, mas um incremento na produção de ração para frango de corte, que foi o responsável pela maior parte da ração produzida ficando em 61,020 milhões de toneladas.

No Brasil o destaque também foi a ração para frangos de corte que representa 45% do total produzido no país. Em segundo lugar a ração para suínos representando 25% da produção e em terceiro lugar a ração para poedeiras com 10% do total.

Quer acompanhar o que acontece na avicultura e na suinocultura?

Siga-nos no Facebook:

https://www,facebook.com/aviculturaindustrial

https://www.facebook.com/suinoculturaindustrial

Acompanhe nosso Linkedin:

https://www.linkedin.com/company/gessulliagribusiness

Precisa de algum serviço ou produto?

Pesquise no Guia Gessulli:

https://www.guiagessulli.com.br/

 

 

Caroline Mendes/Redação AI/SI
Deixe seu Recado