Eurotec
24-Jan-2018 14:39
Agroindústria

Projeto de frigorífico da JBS em Itaporã é suspenso

Depois de pouco mais de dois anos do anúncio, a JBS confirmou a suspensão do projeto de instalação de um frigorífico de perus em Itaporã. O investimento, na ordem de aproximadamente R$ 450 milhões, foi divulgado em dezembro de 2015. Naquela época, a JBS apresentou ao estado projeto de mais de R$ 1,1 bilhão para a ampliação do abate de aves e suínos na região da Grande Dourados. 

De acordo com o presidente da Associação de Avicultores de Mato Grosso do Sul (Avimasul), Adroaldo Hoffman, o projeto, que previa investir na reforma da estrutura da unidade de Pedra Bonita, chegou a atrair o interesse de investidores.

“Os produtores não chegaram a iniciar a criação. Mas sabemos de alguns investidores, de fora, que compraram terras na região pensando em investir no setor. Não há como estimar números. Mas sabemos de alguns produtores que previam aquecimento do setor e chegaram a comprar terras na região. Agora, a indústria está tentando redirecioná-los para outras culturas, como a de suínos”, destacou Hoffman.

Após os escândalos envolvendo a JBS, a empresa passou por processo de readequação de capital. Para manter a JBS, empresa mais forte dos Batista, outras foram vendidas. Com isso, o início do processo de implantação do frigorífico de abate de perus, que havia sido postergada para este ano, foi suspenso por tempo indeterminado. 

O adiamento do projeto foi comunicado ao governo do Estado. Conforme Jaime Verruck, secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, da Produção e Agricultura Familiar, a empresa não chegou a utilizar os incentivos fiscais concedidos pelo Estado, uma vez que não foi iniciada a produção. Com isso, o Termo de Acordo de Regime Especial (Tare) ficará suspenso também. Não houve descumprimento do acordo.

 

Correio do Estado
Deixe seu Recado