Banner AI - Cobb
06-Nov-2020 11:24 - Atualizado em 09/11/2020 08:54
Sanidade

Quatro países registram casos de IA de alta patogenicidade

Japão, a Alemanha, o Reino Unido e a Rússia notificaram à Organização Mundial da Saúde Animal

O Japão, a Alemanha, o Reino Unido e a Rússia comunicaram à Organização Mundial da Saúde Animal (OIE, na sigla em inglês), na última semana, que registraram casos de influenza aviária de alta patogenicidade.

O Japão foi o país que registrou a maior perda em relação à doença. O caso, do sorotipo H5N8, aconteceu em uma granja de frango de corte com 330 mil aves. Conforme o relatório da OIE, 2 mil animais morreram ao ser infectados pelo vírus. Os demais, ou seja, 328 mil foram sacrificados.

No território alemão, o caso aconteceu na região de Eslésvico-Holsácia, a porção mais ao norte do país, que faz divisa com a Dinamarca. Conforme o relatado à OIE, o vírus encontrado em galinhas poedeiras é do sorotipo H5N8.

O Ministério da Agricultura da Alemanha relatou que, das 68 aves encontradas na propriedade, 12 estavam infectadas. Oito já haviam morrido em decorrência do vírus e as demais galinhas foram abatidas como medida sanitária.

No Reino Unido, o vírus também do sorotipo H5N8 foi detectado em uma criação de frango de corte. O caso aconteceu em Frodshan, na Inglaterra.

 De acordo com o Departamento de Meio Ambiente, Abastecimento e Assuntos Rurais, em uma propriedade com 13.500 aves havia 230 casos, sendo que 178 morreram. As outras 52 aves foram abatidas.

A Rússia, que já havia relatado surto de influenza aviária do sorotipo H5N8 duas semanas atrás, dessa vez notificou à OIE um caso envolvendo o sorotipo H5N5. A ocorrência foi no distrito de Pavlogradsky. O relatório aponta que, das 141 aves do local 58 morreram. As demais foram abatidas.

Redação AI
Deixe seu Recado