Banner AI - Cobb
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Exportação

Recordes em soja e carnes elevam exportações do agro

Embarques do agronegócio brasileiro renderam montante 39% superior ao do mesmo período de 2020

Redação com informações de Valor
17-Mai-2021 08:51

Puxadas por soja e derivados, carnes, produtos florestais, açúcar e café, as exportações do agronegócio brasileiro chegaram US$ 13,6 bilhões em abril, montante 39% superior ao do mesmo mês do ano passado, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pelo Ministério da Agricultura.

Segundo a Pasta, foi a primeira vez na história que os embarques do agro renderam mais de US$ 10 bilhões em um mês de abril. Mesmo com o salto, a participação do setor nas exportações totais do país caiu para 51,2%, abaixo dos 55,4% de abril de 2020, uma vez que outros segmentos exportadores também tiveram alta expressiva. Como as importações aumen

Locomotiva das exportações do setor, soja e derivados se recuperaram do ritmo mais lentos dos primeiros meses do ano, provocado pelo atraso da colheita do grão nesta safra 2020/21, e subiram 43,5% em abril, para US$ 8,1 bilhões. Os embarques de soja em grão registraram recordes de volume (17,4 milhões de toneladas) e receita (US$ 7,2 bilhões), tamb

Já os embarques brasileiros de carnes (bovina, de frango e suína) renderam US$ 1,6 bilhão em abril, 22,7% mais que um ano antes e também um recorde para o mês. Os embarques de carne bovina cresceram 22,5%, para US$ 705,3 milhões, as de carne de frango aumentaram 18,2%, para US$ 598 milhões, e as de carne suína foram 40,7% maiores (US$ 230,6 milhões

Entre os demais grupos de produtos mais exportados pelo agro brasileiro, o de produtos florestais cresceu 32,3%, para US$ 1,2 bilhão, açúcar e etanol avançaram 36,6%, para US$ 669,6 milhões, e o café avançou 24,6%, para US$ 511,7 milhões. No total, a China foi o destino de 48,1% da receita dos embarques setoriais em abril, ou US$ 6,5 bilhões.

Com o forte aumento de abril, no primeiro quadrimestre do ano as exportações brasileiros do agro chegaram a US$ 36,9 bilhões no primeiro quadrimestre, 19,8% mais que igual intervalo do ano passado. As importações cresceram 9,4% na comparação, para US$ 5 bilhões, e assim o superávit foi 21,6% maior (US$ 31,9 bilhões).

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade