Banner AI - Cobb
12-Nov-2020 09:01 - Atualizado em 12/11/2020 09:17
Revista Online

Revista: Altas temperaturas causam prejuízos nas granjas

Confira a edição 1303 da revista Avicultura Industrial

O controle do ambiente interno dos aviários é algo fundamental hoje nas granjas. Como efeito das mudanças climáticas, os fenômenos meteorológicos se tornam mais instáveis, com transformações bruscas em curtos períodos. Mesmo em época de inverno, por exemplo, é possível se ter o registro de temperaturas típicas do verão. Esta instabilidade afeta diretamente a produção avícola.

As aves têm as chamadas zonas de conforto térmico, dentro da qual destinam sua energia metabólica para a mantença do organismo, melhorando aspectos como o de ganho de peso. Fora desta faixa, precisam gastar energia para manter uma temperatura estável em seu organismo, o que reduz consideravelmente a sua performance produtiva.

Casos extremos levam a situações mais graves. No início de outubro, uma forte onda de calor levou a morte quase um milhão de aves na região de Bastos, no interior de São Paulo. As temperaturas atingiram mais de 40ºC. Fora a mortalidade, os plantéis devem sofrem queda de produtividade também, ocasionada pelo calor. Não é só prejuízo para os produtores, mas também com impactos no mercado, já que a oferta de ovos deve ser reduzida, com alta no preço do produto.

Boa parte da mortalidade se deu em granjas com menor grau tecnológico; algumas com quase zero de tecnologia voltada ao controle de temperatura. É um sinal claro da necessidade de os avicultores investirem em aviários modernos, cujos sistemas internos mantenham a temperatura dentro de padrões adequados as aves, evitando qualquer tipo de interferência climática externa.

Os fenômenos climáticos se tornarão cada vez mais comuns e intensos; e a única solução será a incorporação dos sistemas automatizados de controle da ambiência. Dificilmente os produtores conseguirão sobreviver em seu negócio sem este investimento. Mesmo com a tecnologia, alguns cuidados permanecem essenciais, como medidas para evitar o aquecimento da água de bebida. O que pode ser obtido enterrando o encanamento que sai da caixa d’água até o aviário, evitando assim sua exposição ao Sol.

O que é importante entender é que este contexto mudou e os investimentos tecnológicos serão necessários, assim como a mudança cultural em relação em ao manejo das aves, principalmente onde houver menor tecnificação.

 

Humberto Luis Marques

Editor Avicultura Industrial

 

Avicultura Industrial
Deixe seu Recado