Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Importação

Rússia planeja aumentar imposto de importação de ovos para incubação

O governo russo lançou planos de sujeitar os ovos incubados a um imposto de importação de 5% a partir de 1º de janeiro de 2022. Um aumento adicional de 15% está previsto para 2023.

Redação
07-Abr-2021 16:33 - Atualizado em 08/04/2021 12:31

A medida visa promover e proteger a produção nacional de ovos para incubação. A Rússia está lutando contra uma escassez aguda de ovos para incubação, disse um grupo de produtores durante a reunião do governo com o ministro da Agricultura russo, Dmitry Patrushev. Restrições à importação introduzidas após o surto de influenza aviária altamente patogênica (AI) privou dezenas de granjas de ovos para incubação importados. Estima-se que a proporção de empresas que dependem de ovos para incubação importados na Rússia seja próxima a 20%. O preço do ovo para incubação no mercado russo quase dobrou nos últimos meses, chegando a 30 rublos (US $0,35). Os custos crescentes estão deixando algumas fazendas abaixo do ponto de equilíbrio, forçando-as a cortar a produção, afirmaram produtores de aves russos durante reunião com o governo.

Em janeiro de 2021, a produção de aves na Rússia diminuiu 6,4% em relação ao mesmo período do ano passado, estimou o sindicato russo de avicultores Rosptitsesoyuz. O aumento dos custos é apontado como o principal motivo da queda. Os custos crescentes pressionam os preços domésticos da carne de frango e dos ovos, causando preocupação entre os funcionários do governo. Para evitar problemas no futuro, o governo russo planeja aumentar a produção nacional de ovos para incubação. Para incentivar os agricultores a expandir a produção de ovos para incubação, o Ministério da Agricultura planeja compensar uma parte dos custos de capital de novos projetos.

A planejada tributação de ovos importados tem como objetivo forçar os produtores a adquirir ovos para incubação no mercado interno. Atualmente, a importação de ovos para incubação não está sujeita a taxas alfandegárias na Rússia. Sergei Lakhtyukhov, presidente da União Russa de Produtores de Aves, estimou que a Rússia importou 700 milhões de ovos para incubação em 2020, ou 15% a 20% de sua demanda geral.

Imposto reduzido sobre aves brasileiras
A Rússia poderia reduzir os impostos sobre as importações de aves do Brasil se o aumento dos preços domésticos continuar crescendo, relatou a publicação estatal russa, citando fontes do governo. Esta medida poderia ser tomada se outras soluções de restrição de preços se revelassem insuficientes. Atualmente, o governo está tentando domar a alta dos preços no mercado interno, ameaçando os avicultores com uma investigação do Serviço Federal de Antimonopólio e oferecendo empréstimos mais suaves para a modernização da capacidade. Dentro da União Econômica da Eurásia, a cota de importação de aves para 2021 da Rússia está fixada em 364.000 toneladas com imposto zero para todos os países. Fora da cota, o imposto sobe para 65%. Não há informações sobre que alíquota poderia ser aplicada às importações brasileiras de aves.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade