Guia Gessulli
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Tecnologia

Secretaria da Agricultura planeja investir em projetos para levar internet para o meio rural

Essa foi também a principal demanda levantada por produtores da região Sul, durante encontro com o secretário Altair Silva, em Braço do Norte, nesta quarta-feira, 24.

Redação
26-Fev-2021 08:16

Levar internet de qualidade para o meio rural catarinense é uma das prioridades da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural. Essa foi também a principal demanda levantada por produtores da região Sul, durante encontro com o secretário Altair Silva, em Braço do Norte, nesta quarta-feira, 24.

“O acesso à internet é uma maneira eficiente de manter o jovem no campo. Temos um meio rural qualificado e moderno, com acesso à tecnologias de ponta e a conectividade é fundamental. Precisamos de internet de qualidade e acessível para o meio rural”, destaca Altair Silva.

A Secretaria da Agricultura pretende investir em projetos e programas voltados para resolver essa demanda. A conectividade será uma das linhas atendidas pelo novo SC Rural, que está sendo negociado junto ao Banco Mundial.

Segundo o prefeito de Braço do Norte, Roberto Kuerten Marcelino, a internet é uma ferramenta poderosa e que ainda não atende o meio rural catarinense. “Falta essa conexão no interior. A necessidade é muito grande. Assim como a cidade, o interior também deve estar conectado”, reforça.  

Alternativas para o abastecimento de grãos

Grande produtora de leite e de suínos, a região de Braço do Norte também sente os impactos da falta de milho. “Temos uma produção expressiva e a dificuldade de milho é muito grande. Temos que buscar um substituto para o grão. Hoje, 98% do milho plantado é usado pra silagem e são cerca de 100 mil hectares plantados na região sul”, explica o secretário municipal da Agricultura, Adir Engel.

O plantio de cereais de inverno pode trazer mais competitividade para o agronegócio catarinense, incluindo o Sul do Estado. A Secretaria da Agricultura e a Epagri trabalham juntas para assumir o protagonismo na pesquisa de novos cultivares e para incentivar os produtores a investirem no plantio desses cereais de inverno.

“Nós só temos uma saída: investir em cereais de inverno. Se não nos dedicarmos a isso, vamos continuar dependendo de importação de milho. Os produtores que quiserem investir na produção de trigo, triticale e cevada contarão com o nosso apoio”, ressalta Altair Silva. De acordo com o secretário da Agricultura, essa também pode ser uma grande oportunidade para que os produtores rurais diversifiquem a produção, ocupando as lavouras também no inverno.

Agronegócio em Braço do Norte

Conhecido como a capital nacional do gado Jersey, Braço do Norte é um dos maiores produtores de leite de Santa Catarina.

A região Sul concentra 8% da produção estadual de leite, com 217 milhões de litros produzidos em 2018. Desse total, 51 milhões de litros tiveram origem em Braço do Norte.

Além disso, o município se destaca na suinocultura e piscicultura.  Em 2018, foram produzidas 1,1 mil toneladas de peixes, principalmente tilápia.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade