Guia Gessulli
10-Jul-2018 08:41 - Atualizado em 10/07/2018 11:07
Exportação

Setor produtivo tenta reverter embargo chinês ao frango

Para o governo de Pequim os produtos chineses sofrem de uma concorrência desleal

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) tenta reverter o embargo adotado pela China sobre a importação de carne de frango produzida no Brasil. Para o governo de Pequim os produtos chineses sofrem de uma concorrência desleal e deve anunciar uma medida final sobre o assunto em agosto.

A ABPA emitiu uma nota de protesto assim que soube da decisão do Ministério do Comercio da China, em vigor desde 9 de junho, e está trabalhando para derrubar a exigência de que os importadores chineses tenham que fazer depósitos que variam de 18,8% a 38,4% do total da compra.

No total, 29 empresas brasileiras foram atingidas pela medida. Dados divulgados pela ABPA mostram que em 2017 foram vendidas à China 391,4 mil toneladas de carne de frango, o que corresponde a 9,2% do total exportado pelo Brasil.

O governo brasileiro afirmou oficialmente, que os indicadores apontam que as importações brasileiras não afetaram as vendas de carne de frango produzida na China. A expectativa é que o governo chinês encerre a investigação e não aplique medidas antidumping em caráter definitivo.

Redação AI
Deixe seu Recado