Eurotec
10-Jan-2020 09:35 - Atualizado em 10/01/2020 10:25
Evento

Show Rural recebe comitiva de estudantes do Texas

Há 20 anos a Texas A&M University mantém um programa de visitas técnicas de alunos das áreas de graduação de cursos de ciências do solo e cultivos ao Brasil.

Uma comitiva de alunos da Texas A&M University é a primeira a visitar neste início de ano a área em preparação e que de 3 a 7 de fevereiro vai receber o 32º Show Rural Coopavel. A delegação formada por dez pessoas foi recebida pelo coordenador geral do evento, o agrônomo Rogério Rizzardi.

Os alunos assistiram a dois vídeos sobre o Show Rural e ouviram detalhes repassados por Rogério. Eles também puderam fazer perguntas e esclarecer dúvidas sobre a mostra e o agronegócio regional. O coordenador informou que são mais de 5,6 mil experimentos e tecnologias apresentados aos agropecuaristas, tudo para que possam incorporar novidades aos seus cultivos. “Isso resulta em produções maiores, melhor qualidade e menos custos”, ressaltou.

Há 20 anos a Texas A&M University mantém um programa de visitas técnicas de alunos das áreas de graduação de cursos de ciências do solo e cultivos ao Brasil. “O País é um grande produtor mundial e o sistema de produção que emprega chama muito a atenção”, diz o professor Terry Gentry. E eventos como o Show Rural Coopavel contribuem, de acordo com ele, para acelerar o acesso dos produtores a novos conhecimentos que fazem muita diferença à atividade agropecuária.

O roteiro do grupo norte-americano começou pela Amazônia, onde eles tiveram contatos com a floresta e com rios da região, e depois foram a Brasília. Da capital federal eles seguiram de ônibus até Campinas, no interior de São Paulo. Passaram por diversas fazendas, conheceram instituições de ensino e pesquisa como a Embrapa e a Esalq, em Piracicaba, e também visitaram Holambra, ainda no interior paulista, cidade conhecida por ser a capital nacional da produção de flores.

Indústria

O roteiro de visitas à Coopavel incluiu a área industrial, onde a comitiva norte-americana foi recepcionada pela gerente do Moinho de Trigo Maria da Silva. Maria repassou informações gerais sobre o complexo e acompanhou o grupo em visitas dirigidas a alguns dos ambientes que compõem o parque.

O professor Terry afirma que a experiência de conhecer e ter contato com o agronegócio brasileiro é única e permite aos alunos abrir a cabeça sobre o setor. “O aprendizado é enorme, tanto no que se refere a grãos como a criações de larga escala”.

O agronegócio brasileiro impressiona e tudo indica que ele avançará ainda mais, afirma o professor de uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas universidades de agricultura do planeta. A Texas A&M fica em Dalas, uma das principais cidades de estado que é forte produtor de algodão, milho e gado.

 

Redação AI/SI
Deixe seu Recado