Guia Gessulli
30-Mar-2020 08:11 - Atualizado em 30/03/2020 16:01
Comentário

Transformação digital da empresa ao campo

Por Ana Paula de Assis Maia, gerente de produtos digitais para Avicultura Cargill Animal Nutrition, Digital Insights

No agronegócio, nos últimos tempos, muito se tem ouvido falar sobre transformação digital. Para a maioria, esse termo significa transformação de um processo analógico para um processo digital, ou adoção de tecnologias em processos. Alguns, ainda, acreditam que transformação digital é inovação.

Baseando-se nesses conceitos, muitas empresas do agronegócio estão em busca de projetos digitais que permitam a transformação dos modelos de negócio,  com adoção de novas tecnologias no campo, garantindo assim a sua competividade. Essa corrida desenfreada assusta os colaboradores das empresas, os produtores e integrados no campo, levando-os a pensar que o seu trabalho será substituído pela tecnologia, quando, na verdade, eles não percebem que esse trabalho é essencial no processo de transformação digital.

O problema destes conceitos é o foco estar no termo “digital” e não na primeira palavra que é “transformação”.

Embora o agronegócio seja considerado um dos mais conservadores, no qual a aplicação de tecnologias é mais recente do que em outras indústrias, como a automobilística, por exemplo, não podemos negar que já temos vivido um revolução tecnológica incrível no campo. De sensores a robótica, do uso da inteligência artificial no monitoramento de lavouras a predição de peso de abate de animais, dos processos de gestão da produção e identificação de animais entre outros. Estima-se que hoje temos, aproximadamente, 300 startups de tecnologia com soluções para o agronegócio no Brasil, as chamadas AgTechs ( https://www.agtechgarage.com/censo/ ).

Sem dúvida, há no mercado uma gama de soluções tecnológicas com o objetivo de melhorar a produtividade e rentabilidade no campo. No entanto, não podemos nos negligenciar do fato de que a transformação digital vai além do “digital”, é uma transformação que envolve pessoas.

Parafraseando alguns escritores “Transformação digital não é sobre tecnologia, é sobre pessoas!”. Essa frase valida muito o meu dia a dia de trabalho. Cada vez fico mais convencida de que o sucesso da transformação digital no campo começa pelas pessoas, pela motivação de cada um em fazer diferente e com qualidade. De abrir mão de crenças e de tradições familiares para aplicar algo inovador na produção animal.

O “digital é apenas a digitalização daquilo que já conhecíamos e já fazíamos. Mas a verdadeira transformação vem da mudança de comportamento, da forma de liderar, da motivação dos trabalhadores por meio da aplicação de tecnologias. Essas transformação produz o empoderamento dos profissionais do campo, que muitas vezes se acham simples demais para utilizar um tecnologia que parece tão complexa, mas quando abraçam a mudança, “compram a ideia”, e percebem que são capazes de fazer muito mais do que imaginavam.

A adoção de tecnologia vai além de maior produtividade e rentabilidade dos negócios, ela traz qualidade de vida para o produtor no campo. Permite gastar menos tempo e esforço em tarefas manuais, “braçais” e mais tempo interagindo com pessoas. É uma mudança de habilidades cognitivas para habilidades sociais.

Acredito que, por essa falta de entendimento do real conceito de transformação digital é que ainda temos pouca aplicação de tecnologias no agronegócio, principalmente na produção animal latino-americana em nível de granja e fazenda. Queremos que os produtores adotem tecnologias, que implementem diversas soluções digitais com tantos benefícios para rentabilidade das empresas, mas esquecemos o essencial: PESSOAS.

Os desafios do agronegócio e a adoção das tecnologias que temos disponíveis exigem de nós um olhar diferente, uma disposição para transformar pessoas, mas, acima de tudo, disposição para sermos transformados.

Queremos marcar o ritmo dessa transformação? Temos que colocar pessoas em primeiro lugar.

 

5º. Congresso de Zootecnia de Precisão - A inteligência Artificial a Favor da Produção Animal

Data: 29 de setembro de 2020

Confira a Programação -  https://www.avesui.com/programacao

Inscreva-sehttps://www.avesui.com/credenciamento

Redação

Inteligência Artificial

Coordenação Iran José Oliveira da Silva -NUPEA/ESALQ

Deixe seu Recado