Banner AI - Cobb
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Assine a Revista Revista Digital Anuncie
Manifestação

Tratoraço: governo de SP atende parte das reivindicações, mas protesto é mantido

A Faesp informou ontem à noite que o governo do Estado de SP atendeu parte das reivindicações do agronegócio, mas outros pleitos importantes ficaram de fora

Broadcast Agro
07-Jan-2021 09:26

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) informou ontem à noite que o governo do Estado de São Paulo atendeu parte das reivindicações do agronegócio e voltou atrás com relação à decisão de aumentar a cobrança de ICMS para insumos agrícolas.

"O governo do Estado atendeu parte das propostas do agronegócio, mas outros pleitos importantes ficaram de fora: energia elétrica, leite pasteurizado e hortifrutigranjeiros, esses dois últimos fundamentais nas cestas básicas", afirmou a Faesp, em comunicado. Esses aumentos no ICMS ainda causam grandes impactos no agronegócio paulista, principalmente para os pequenos produtores rurais, que representam 78% do Estado, e para a sociedade como um todo, acrescentou.

Apesar do anúncio do fim do aumento no ICMS de insumos agrícolas, a Faesp disse que o "tratoraço", organizado para esta quinta-feira, dia 7, a partir das 7h, está mantido. A manifestação, apoiada pela Faesp, está sendo realizado em cerca de 300 cidades paulistas, reunindo perto de 100 sindicatos rurais, associações e cooperativas.