AveSui
AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Avícola Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Ovos Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
América Latina

Uruguai e o mercado internacional de carne de frango

A carne de frango é a proteína animal mais comercializada no mundo, somente em 2020, o mercado internacional foi de 22,5 bilhões de dólares e foram comercializadas 14 milhões de toneladas, representando 22% do comércio internacional

Redação com informações de El Sitio Avicóla
26-Ago-2021 11:49 - Atualizado em 27/08/2021 10:01

O nível de acesso do Uruguai ao mercado internacional de carne de aves é baixo, se comparado aos países da região, bem como aos demais produtos cárneos que exporta. A carne de frango é a proteína animal mais comercializada no mundo, somente em 2020, o mercado internacional foi de 22,5 bilhões de dólares e foram comercializadas 14 milhões de toneladas, representando 22% do comércio internacional

O Uruguai é um exportador marginal e, para reverter isso, devemos gerar melhorias no acesso aos mercados internacionais, diz relatório do Instituto Nacional de Carnes (INAC).

Exportações de frango do Uruguai

As exportações do setor avícola uruguaio na última década são marcadas por um drástico processo de entrada e saída do mercado venezuelano. Entre 2010 e 2014, 69% da exportação de carne de frango em valor foi destinada à Venezuela, relata Caras y Caretas .

Nesse período, a taxa média anual de exportação ficou em torno de 24 milhões de dólares. Problemas comerciais fizeram com que não continuássemos exportando para esse mercado. A média anual de exportação entre 2015 e 2019 caiu para 4 milhões de dólares. Esse patamar é inferior ao do quinquênio anterior, mesmo desconsiderando o que foi vendido para a Venezuela.

Desde então, o Oriente Médio é o principal destino da carne de frango uruguaia nos mercados internacionais. Da mesma forma, a cesta de produtos exportados pelo Uruguai concentra-se em frangos inteiros, o que implica um descompasso da oferta uruguaia em relação à demanda internacional.

Brasil, Chile, Argentina e Paraguai têm 84%, 46%, 37% e 15% do mercado, respectivamente.
A autoridade sanitária nacional consegue proporcionar maiores níveis de acesso aos mercados para outros produtos cárneos, como miudezas bovinas, que acessam 32% do seu mercado internacional, 39% ovinos e 73% bovinos.

Em termos de produtos, a maior parte da atividade de exportação é de frangos inteiros, sendo pouco frequente a venda de produto picado. Esta situação é resultado de um processo de deterioração.

Em 2010, o Uruguai exportou para cerca de um terço do mercado de importação. Entre 2010 e 2020, as autorizações sanitárias relevantes foram perdidas (Hong Kong e Arábia Saudita) e o comércio com os mercados que permanecem abertos (Rússia, Venezuela, Vietnã, Gana, etc.) foi interrompido.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade